Notícias

10 de Jun de 2021

Brasileiro é ordenado padre e sua mãe se torna monja

Viralizou nas redes sociais a foto do padre brasileiro do Instituto do Verbo Encarnado, padre Jonas Magno de Oliveira, ao lado de sua mãe, uma freira de vida contemplativa do mesmo instituto. O padre compartilhou os bastidores do chamado à vida consagrada em sua família.

Em entrevista concedida à ACI Prensa, o padre Jonas comentou que nasceu em um lar católico e que, aos 8 anos, sentiu pela primeira vez o interesse pela vida consagrada. “Sempre íamos à missa, éramos católicos, embora não participássemos na paróquia com frequência”, disse ele.



O sacerdote comentou que ver o zelo pelas almas e a solicitude pastoral pelos fiéis de um sacerdote diocesano despertou nele o desejo de dedicar a sua vida a Deus. No princípio, a sua família achava que aquilo era “um sonho de criança, algo passageiro”, mas ele tinha a certeza de que não era assim.

O padre Jonas contou que sua mãe “sempre fez silêncio” porque não queria forçar a vocação a que o futuro padre se sentia chamado, mas que esteve ao seu lado ensinando-lhe as virtudes. No dia 8 maio de 2020, o padre Jonas foi ordenado. Atualmente ele mora em Roma e agradece a Deus “por estar tão perto de minha mãe”.

“Estou agradecido por estar aqui, por ser sacerdote, na missão, trabalhando e ajudando”, afirmou.

O sacerdote considera que a decisão de sua mãe de consagrar sua vida a Deus foi um “presente espetacular” e falou que, para ele, o fato de que sua mãe seja uma religiosa, uma “noiva de Cristo”, é como um prêmio. “Quando se fala de vocação, a maioria das pessoas diz: meu pai ou minha mãe foram contra... Mas não foi assim comigo. Minha mãe foi a favor, e não só a favor! Agora estamos seguindo a Cristo no mesmo caminho, na mesma vocação e, como se não bastasse, com o mesmo carisma, o que é algo muito especial e motivo para dar graças a Deus”, concluiu.

Comentários