Notícias

09 de Out de 2019

Papa aceita renúncia de Arcebispo de Vitória da Conquista e nomeia sucessor

O Papa Francisco aceitou nesta quarta-feira, 9 de outubro, a renúncia de Dom Luís Gonzaga Silva Pepeu como Arcebispo de Vitória da Conquista (BA) e nomeou como seu sucessor Dom Josafá Menezes da Silva, transferindo-o da Diocese de Barreiras (BA).

Em junho deste ano, Dom Luís Gonzaga Silva Pepeu, de 62 anos, foi submetido a uma cirurgia de duas hérnias.

Em nota publicada pela Arquidiocese de Vitória da Conquista, Dom Pepeu afirmou: “Reconhecendo diminuírem, nos últimos tempos, minhas capacidades para levar adiante, responsável e adequadamente o que a missão de Arcebispo Metropolitano exige e que foi a mim confiada pela Igreja, decidi, conscientemente, em espírito de fé e com humildade franciscana, solicitar ao Sumo Pontífice o Papa Francisco a renúncia de tão sublime Ofício - o governo pastoral desta Arquidiocese. E hoje, por solicitude e benevolência do Santo Padre, tenho a graça de ser atendido”.

“Não estou me afastando do ministério episcopal, que continuarei a exercê-lo, como sucessor dos apóstolos, até enquanto Deus me conceder capacidade da mente e do corpo, colaborando, o quanto possível, com a Igreja, quando for solicitado, sem a responsabilidade de estar à frente, propriamente, de uma Igreja Particular”, disse o agora Arcebispo Emérito, o qual também pediu a todos “que continuem rezando por mim, especialmente por minha saúde e crescimento na fé, e contem também com a minha estima e orações”.

Por sua vez, o novo Arcebispo de Vitória da Conquista, Dom Josafá Menezes da Silva, enviou uma mensagem, na qual relata que recebeu “com o sentimento de grande alegria” a notícia de sua nomeação. “Na medida em que o Senhor Núncio falava comigo tão serenamente me incentivava a acolher a decisão do Santo Padre e, interiormente, eu entendia que era um chamado divino ao qual eu deveria me abandonar, como no início da minha vocação”.

“Enriquecido pela experiência desses anos de episcopado, sob a intercessão de Maria e de todos os padroeiros das paróquias da Arquidiocese, lanço-me na esperança de melhorar ainda mais o meu serviço em favor de seu povo em tempos de fortes desafios e oportunidades num mundo cada vez mais urbano”, acrescentou.

Dom Josafá nasceu em 2 de janeiro de 1959, em Salinas da Margarida (BA). Estudou Filosofia na Universidade Católica de Salvador e Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Obteve mestrado e doutorado em Antropologia Teológica pela Pontifícia Universidade Lateranense de Roma.

Foi ordenado sacerdote em 14 de maio de 1989, incardinado na Arquidiocese de Salvador (BA), onde serviu como pároco de São João Batista, em Salvador; Vice-reitor e depois Reitor do Seminário Propedêutico de Santa Teresinha de Lisieux; ecônomo arquidiocesano; coordenador da Comissão Teológica arquidiocesana, professor da Universidade Católica de Salvador, do Instituto Social da Bahia e do Instituto de Estudos sobre o Matrimônio e a Família João Paulo II, em Salvador.

Em 12 de janeiro de 2005, foi nomeado Bispo Auxiliar de Salvador e recebeu a ordenação episcopal em 10 de março do mesmo ano. Em 15 de dezembro de 2010, foi nomeado Bispo de Barreiras.

Comentários